sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Gastar, nem pensar

Em plena campanha política para Prefeitura de Macau, tinha uma chapa formada por Zé Oliveira (prefeito) e Ari Borja (vice). Os dois, para não meter a mão no bolso, era um parada.

Para ver dinheiro dessa dupla, era muito difícil. Era igual a cabeça de bacalhau: para ver, só indo à Noruega.

Duas horas da tarde, em plena Rua Angicos, Porto do Roçado, o termômetro devia estar na marca dos 40 graus.

Os candidatos suavam feito chaleira, um olha para o utro  e diz:

- Vamos tomar uma água mineral?

- De quem? Respondeu incontinenti o outro.

(do livro “Humor com gosto de sal”, de Getúlio Teixeira. Editora Sebo Vermelho, Natal RN 2003)

Um comentário:

  1. Ari Marcus Costa da Câmara3 de dezembro de 2011 14:39

    O pré-candidato a prefeito de Macau, Ari Marcus, comentando a nota "Gastar nem pensar" informa que a atitude dos dois candidatos, José Oliveira e Ari Borja (seu pai), de não gastar na campanha, se transferiu para o governo municipal. Pois os dois como Prefeito e Vice-Prefeito de Macau, conduziram a administração pública com muita honestidade e transparência com o dinheiro público, servindo de exemplo para os demais gestores públicos, até hoje.

    ResponderExcluir